Detento monitorado que executou açougueiro é condenado a mais de 20 anos de prisão

Deivesson Souza Rodrigues está sendo julgado nesta quinta-feira, 17, pelo assassinato do açougueiro Vando Cunha de Oliveira. A sessão é realizada no plenário da 2ª Vara do Tribunal do Júri do Fórum Criminal. O réu, na época era detento monitorado, foi flagrado por câmeras de vigilância, executando a vítima a tiros, efetuados a queima roupa.

O crime, aconteceu na manhã de 29 de maio do ano passado, dentro de uma casa de carne no Bairro Plácido de Castro, região da Sobral. Nas imagens e possível ver o momento em que Deivesson caminho em direção ao local de trabalho da vítima.

Consta na denúncia, que após de invadir o estabelecimento comercial, o acusado foi em direção a vítima e fez vários disparos. Na sequência, o criminoso fugiu em uma motocicleta, mas, meia hora depois, foi preso por investigadores da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil. O então acusado ainda estava com a arma do crime, um revólver calibre ,38, além do tênis que usava na hora do crime.

Na época, Deiveson confessou a autoria do crime, mas resta saber se ele manterá o depoimento em juízo.

Via: Acrenews

Comente no Acre in foco usando sua conta no Facebook

Veja também

Polícia apreende cocaína em táxi que vinha da Bolívia, na BR-317

Durante abordagem na BR-317, em Epitaciolândia, foi apreendido um quilo de cocaína com uma passageira, de 43 anos, de um táxi, neste domingo, 01. O carro teria saído da Bolívia e seguia com destino a Rio Branco e a droga estava escondida nos pertences da mulher. Segundo informações da Polícia Civil, a passageira se demonstrou […]

gonzaga

Ciclistas protestam por segurança e iluminação na estrada do aeroporto; Gonzaga se coloca à disposição para ajudar

Share on Twitter Share on Facebook Share on LinkedIn Share on Email Share on WhatsApp …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Follow us on Social Media