Zen: "Na Educação esse governo é um equívoco"

Zen: "Na Educação esse governo é um equívoco"

O deputado Daniel Zen (PT), criticou a determinação de retorno às aulas presenciais na rede estadual de ensino sem nenhum preparo. Segundo ele, professores e diretores de escolas estão se descabelando porque até agora não tem uma orientação pedagógica. Também nao foi providenciada a merenda escolar e faltam apenas duas semanas para o início das aulas presenciais.

O parlamentar lembrou que em entrevista ao jornalista Itaan Arruda, o governador Gladson Cameli (PP) afirmou que o legado do governo dele na Educação é a merenda.  Zen lembrou que a merenda está sob investigação tendo sido alvo de duas operações policiais- a Operação Pratos Limpos e a Operação Mitocôndrias.

Em relação ao fardamento escolar, o deputado criticou a centralização efetuada pelo atual governo, lembrando que até então, o governo repassava a verba para que cada escola fizesse a compra de acordo com o número de alunos. Na gestão Gladson Cameli, a compra foi centralizada na Secretaria de Educação: "Como era uma licitação grande, atrasou. As medidas dos alunos foram tiradas em 2019 e as fardas serão entregues agora. Alguns estudantes já concluíram e para outros, as fardas estão pequenas. Olha só a grande inteligência- vão entregar farda menor, que não serve mais nos alunos".

O deputado destacou que o governo do estado teve um ano e seis meses para preparar o retorno às aulas presenciais, e a única coisa que fez, foi marcar o retorno para o próximo dia 04 de outubro: "Estou chamando a atenção para o equívoco que é esse governo na Educação", finalizou

Foto 3 de Julho

 

 

 

 

 

Comente no Acre in foco usando sua conta no Facebook
Follow us on Social Media