Bem vindo ao AcreinFoco   Clique aqui para ouvir o texto selecionado no AcreinFoco.com! Bem vindo ao AcreinFoco

Fim da CPI: O esforço foi grande porque o governo tem muito a esconder

Ao contrário do PT que publicou uma nota extra light, o pronunciamento do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), foi carregado.

Edvaldo disse que a CPI da Educação, velada ontem, foi enterrada na sessão desta terça-feira (11), quando os deputados Jonas Lima (PT) e Fagner Calegário (Podemos), oficializaram a retirada das assinaturas do requerimento.

Magalhães destacou a ajuda substancial do presidente da Assembleia Legislativa, Nicolau Júnior (PP), que segurou o requerimento com o pedido de instalação da CPI, por 21 dias, para dar tempo ao governo de pressionar os deputados a retirarem as assinaturas para inviabilizar a investigação parlamentar.

O líder da oposição destacou o descumprimento das regras da casa. O Regimento Estabelece o prazo de 48 horas para que um requerimento com pedido de CPI seja encaminhado à publicação. Depois de publicado não há mais como retirar assinaturas: “Rasgaram o Regimento, desrespeitaram as minorias. Na disputa entre a política e os negócios, venceram os negócios. Na disputa entre o público e o privado, prevaleceu o interesse privado. No confronto com atos e negociações não republicanas, a transparência saiu prejudicada”.

Edvaldo disse ainda que a vitória foi da negociata no escurinho do cinema e que na disputa entre o cumprimento do regimento e o embargo de gaveta, o republicanismo foi enterrado.

Evidenciou a falta de palavra do presidente Nicolau Júnior (PP), que 10 dias atrás se comprometeu em enviar a CPI para publicação e não cumpriu:”Descumpriu a palavra e em política a palavra é o único passaporte reconhecido”.

O deputado lamentou a decisão dos colegas que se submeteram às pressões e consequentes execrações públicas e fez um alerta: “Comemorem essa vitória mas nao esqueçam que é uma Vitória de Pirro e que a distribuição desigual dos nacos de poder está criando desconforto na base. Ali na frente os fatos vão pular e ofuscar as manobras do escurinho do cinema e vão se impor, fazendo com que as minorias deixem de ser tão minorias. O esforço foi tão grande e demorou tanto tempo porque o governo tem muito a esconder”.

Veja também

Esquentou: Gérlen Diniz chama Mazinho Serafim de caloteiro e pilantra

Esquentou: Gérlen Diniz chama Mazinho Serafim de caloteiro e pilantra

Share on Twitter Share on Facebook Share on LinkedIn Share on Email Share on WhatsApp …

Jorge Viana não descarta a possibilidade de disputar o governo do Acre em 2022

Jorge Viana não descarta a possibilidade de disputar o governo do Acre em 2022

Share on Twitter Share on Facebook Share on LinkedIn Share on Email Share on WhatsApp …

Follow us on Social Media
Clique aqui para ouvir o texto selecionado no AcreinFoco.com!