PSL, DEM e PP podem fundir-se em um partido único em torno de Bolsonaro

PSL, DEM e PP podem fundir-se em um partido único em torno de Bolsonaro

PSL, DEM e PP, do chamado Centrão, negociam se fundir, segundo apurou o Poder360.

O novo partido seria o maior do Congresso, com 121 deputados e 15 senadores do chamado Centrão. A negociação está em seus últimos estágios, e o novo partido deve ser anunciado em breve.

A nova sigla terá um comando dividido entre os 3 partidos atuais. A presidência ficará com Luciano Bivar, atualmente no comando do PSL. A vice-presidência, com ACM Neto, atual presidente do DEM. Já o PP ficará com a secretaria-geral, representado por Ciro Nogueira, que é o atual presidente do partido.

Integrantes do PSL dizem que a fusão ainda é vista como rumor e a movimentação é totalmente encabeçada por Bivar. No DEM, ACM Neto ainda tem resistência à união dos partidos.

A criação do novo partido é esperada pelo presidente Jair Bolsonaro. A expectativa é que ele filie-se à nova sigla e a utilize como plataforma para a sua campanha à reeleição no pleito presidencial de 2022.

Leia Mais

 

 

 

 

 

Comente no Acre in foco usando sua conta no Facebook
Follow us on Social Media