Mancio
Deputado Luiz Gonzaga

Gonzaga acompanha produtores de Mâncio Lima e parabeniza governo por compra de produtos

O deputado estadual Luiz Gonzaga (PSDB), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa do Acre, acompanhou nesta quarta-feira (8) um grupo de produtores rurais durante a entrega de suas produções vendidas ao Projeto de Aquisição de Alimentos (PAA) em Mâncio Lima.
Os produtores de Mâncio Lima vendem seus produtos à Secretária de Produção e Agronegócio do Acre (Sepa) que envia os alimentos ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), lar de idosos e hospitais da cidade. Lá eles entregam 52 tipos de produtos, entre eles macaxeira, farinha, açucar mascavo, limão, alface, banana e outros itens que são adiquiridos pela Sepa e enviados para serem distribuídos em cestas básicas às famílias carentes do município, aos idosos das casas de apoio e unidades de saúde.
Luiz Gonzaga parabenizou o governo, por meio da Sepa, por comprar os prudutos dos agricultores e distribuírem aos moradores. Ele conta que dessa forma o Estado incentiva a enconomia local com geração de renda para a agricultura familiar do município e ainda atende as famílias cadastradas no CRAS.
"Quero parabenizar o governo pela forma que encontrou para ajudar os mais necessitados e ainda gerar renda e emprego nas propriedades rurais incentivando os agricultores da região", disse o deputado.
Vale ressaltar que o deputado tucano defende o incentivo do poder público aos produtores rurais como forma de desenvolvimento econômico do estado.
"O Acre tem um grande pontencial de produção agrícola e um povo trabalhador. Então quando o Estado ajuda os nossos trabalhadores o Acre tende a se desenvolver ainda mais", afirma o parlamentar.
A engenheira agrônoma responsável pelo programa no escritório da Sepa de Mâncio Lima, Adermanda Cavalcante, conta que "o PAA é um dos maiores incentivo da produção familiar, além de gerar renda, fortalecer as políticas públicas do governo do Estado beneficiando a produção rural".
Os produtores rurais contam que preferem entregar seus produtos à Sepa por causa do valor pago que é superior ao comercializado nas feiras da cidade e pela agilidade do pagamento.
Comente no Acre in foco usando sua conta no Facebook
Follow us on Social Media