Márcio Bittar destinou um total de R$ 50 milhões para fora do Acre

Márcio Bittar destinou um total de R$ 50 milhões para fora do Acre

Márcio Bittar destinou um total de R$ 50 milhões para fora do Acre, a apuração é do jornal O Estadão que teve acesso às planilhas do orçamento secreto.

Na matéria intitulada- Orçamento secreto: Políticos indicam verbas para fora de seus estados”, o senador Márcio Bittar do MDB do Acre aparece destinando R$ 50 milhões para municípios do interior de Goiás e do Ceará.

Márcio disse ao jornal que não lembrava das indicações  feitas em dezembro de 2020, e iria consultar o pessoal do gabinete dele, mas que não importa quem alocou os recursos oriundos de dinheiro público e sim se as obras foram bem feitas.

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), tuitou a matéria com o seguinte comentário: “Não ficará pedra sobre pedra se um mergulho fundo desvendar o mistério das emendas ao orçamento secreto destinadas para fora do estado eleitoral. Negócios, negócios escusos”.

De acordo com a reportagem, um total de 16 parlamentares entre deputados federais e senadores aliados do presidente Jair Bolsonaro fizeram indicações para Estados diferentes dos que os elegeram. O total dessas emendas atingiu R$ 181 milhões.

Sobre Márcio Bittar

Diz o jornal que o senador Márcio Bittar do MDB do Acre disse que precisaria se informar com o seu chefe de gabinete sobre o questionamento da reportagem a respeito das emendas que não beneficiaram o Acre.

Tudo foi empenhado para Goiás e Ceará.

“Não tenho a menor lembrança disso”, respondeu sobre as indicações de dezembro de 2020. Em seguida segundo O Estadão, minimizou a importância de se apontar a autoria das indicações. “O que importa se foi indicação do Zé, do Pedro ou do Manoel? O que importa não é se foi usado dinheiro público para uma obra e foi feito bem feito?” disse Bittar ao jornal.

O Estadão esclarece ainda que a indicação de verbas extras para estados diferentes é vista com preocupação por especialistas em execução orçamentária. A suspeita é que por não terem a mesma transparência das emendas tradicionais, sejam usadas como “emendas bumerangue”. Ou seja, haveria ganho financeiro futuro ao político após o município contemplado assinar contrato para a obra ou compra a partir da indicação dele.

Comente no Acre in foco usando sua conta no Facebook

Veja também

Senadores acreanos figuram na lista dos mais gastadores de dinheiro público do Congresso

Senadores acreanos figuram na lista dos mais gastadores de dinheiro público do Congresso

Share on Twitter Share on Facebook Share on LinkedIn Share on Email Share on WhatsApp …

Discurso do ministro Luís Roberto Barroso põe defensores do voto impresso em alerta por afirmar que vai dar diferença na contagem

Discurso do ministro Luís Roberto Barroso põe defensores do voto impresso em alerta por afirmar que vai dar diferença na contagem

Share on Twitter Share on Facebook Share on LinkedIn Share on Email Share on WhatsApp …

Follow us on Social Media